Depois de Criciúma, Cametá é alvo de atentado de assalto a banco – 02/12/2020

Um dia após o ataque de bandidos armados na cidade de Criciúma, no sul de Santa Catarina, moradores de Cametá (PA) relatam que agressores atacaram agências bancárias na madrugada desta quarta-feira (2), na cidade localizada a 235 km de Belém do For.

Segundo informações iniciais, o grupo cercou o batalhão da polícia local e estaria utilizando reféns, capturados em bares, para se locomover pela cidade.

Imagens de redes sociais mostrar o que os agressores estariam atravessando as ruas da cidade com vários reféns.

O governador do estado do Pará, Helder Barbalho (MDB), disse em seu twitter que está “em contato com a cúpula estadual de segurança pública após as medidas tomadas”, afirmou.

Além disso, concluiu sua postagem afirmando que não poupará “esforços para que a paz seja retomada o mais rápido possível e os criminosos sejam presos”, disse.

O prefeito de Cametá, Waldoli Valente (PSC), utilizou sua página no Facebook para confirmar a morte de uma vítima não identificada e pedir a todos que fiquem em casa.

Rede social de post da prefeitura de Cametá - Rede social de reprodução - Rede social de reprodução
Imagem: Rede social de reprodução

Em nota, a Secretaria de Segurança do Pará afirmou que foi confirmada a ação em Cametá, deslocados equipes do batalhão Bope e outras unidades policiais, além de aeronaves de apoio ao município. Nota completa abaixo.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (Segup) informa que desde o momento em que foi confirmado o roubo a uma agência bancária no município de Cametá, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), do Metropolitan Tático Ostensivo Rounds (Rotam), do Batalhão Dog Action (Bac), da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE) e duas aeronaves do Grupo Aéreo de Segurança Pública do Pará (Graesp) deslocaram-se para dar apoio no município. Segundo informações preliminares, não há mortos. Mais informações serão divulgadas ao longo do dia.

O ataque de hoje em Cametá (PA) é semelhante ao ataque de ontem em Criciúma (SC)

O agressão nesta terça, 1º, a duas agências bancárias no centro de Criciúma (SC) provocou terror na cidade durante um alvorecer. Além dos tiros, os criminosos barricaram carros, espalharam explosivos e usaram reféns como escudo para impedir a aproximação da polícia.

Os bandidos também incendiaram o batalhão das 21h (Polícia Militar) e o túnel que liga a cidade à vizinha Tubarão.

UMA Polícia Federal apura se integrantes da facção criminosa do PCC participaram (Primeiro Comando Capital).

READ  United Mine Workers of America anuncia greve na Warrior Met Coal

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe