My Darling Supermarket – crítica de filme

Ela prega suas intenções com um título que lembra uma introdução a uma carta de amor, o primeiro documentário do diretor brasileiro Tali Yankilevi Supermercado My Darling É só: nota amassada para uma mercearia de São Paulo. Ou, para ser mais preciso, uma nota de purê para os funcionários do referido armazém. Eles são os padeiros, as prateleiras das lojas e os balconistas que realizam seus repetitivos rituais de trabalho em um ciclo interminável. Por meio de entrevistas com uma série de funcionários de vários departamentos, o filme tem como objetivo explorar a vida intelectual interior das pessoas que são uma parte vital da alimentação da sociedade.

Supermercado Veran é incrivelmente brilhante e sempre meticulosamente preparado, e é um ambiente hermético (nunca pule a câmera). A fotografia de Gustavo Almeida abre caminhos de fliperama com fotos em close da força de trabalho: fatiar carne, fatiar queijo, amassar massa, escanear itens, tudo acompanhado por uma música clássica lúdica. Então, existem “apenas pessoas normais que fazem seu trabalho”, como um gerente os descreve. Há um doce padeiro que adora a cultura japonesa e às vezes vaga pela loja fantasiado. Outro padeiro com interesses em alienígenas antigos, física quântica e Orwell. Por meio de seu dispositivo de vigilância, um segurança vigia sua filha, que também é funcionária. O caixa descreve um ataque de pânico causado pela profunda tristeza existencial que sofreu durante o turno. Uma borboleta bate vagarosamente suas asas em uma prateleira de armazenamento, e a metáfora é cuidadosamente transmitida.

Yankelevich afirmou que a ideia de seu filme surgiu depois de uma visita noturna a um supermercado. Ela estava no corredor e ouviu por acaso dois funcionários discutindo emocionadamente sobre seu primeiro amor. Ao bater, ela ficou chocada com a ideia de que esses funcionários viviam fora de caixas de cereal meticulosamente dispostas, o que era compreensível, na melhor das hipóteses, completamente ingênuo; Na pior das hipóteses, um ataque incomum. É difícil ver Supermercado My Darling Para a esquisitice antropológica caprichosa que tão desesperadamente se esforça para ser. Depois de descobrir o espírito da classe trabalhadora, talvez Yanklievich devesse lidar com a estupidez da burguesia.

READ  Halle Berry said it is "sad" that no black woman has won Best Actress since her historic Oscar win

Agora disponível como uma edição cinematográfica virtual.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

N1 Sergipe