!-- Begin Cookie Consent plugin by Silktide - http://silktide.com/cookieconsent -->

Últimas

N1-Sergipe | O seu Blog de Notícias de Sergipe , Eleitores pedem para que Mourão vá aos debates , noticias , politica ,

Eleitores pedem para que Mourão vá aos debates

14 de outubro de 2018
DUELO FRANCO | Um abaixo-assinado está rolando na internet pedindo que o general Mourão (PRTB), vice na chapa com Jair Bolsonaro (PSL), vá aos debates no lugar do líder nas pesquisas. Bolsonaro já negou participação nos debates da Band e SBT alegando veto médico.
Foto: Divulgação PRTB
É VERDADE ESSE BILETE | Além desses debates, Bolsonaro deveria duelar com Fernando Haddad (PT) em debates programados para a RedeTV, TV Gazeta, Record e Rede Globo. Nesses, o capitão da reserva ainda não negou participação. Ele alega restrição médica, após levar uma facada e passar por três cirurgias. No entanto, para a campanha do petista e seus eleitores, Bolsonaro foge dos debates porque não tem propostas para apresentar ao país. Usam como argumento que o candidato do PSL tem feito lives nas redes sociais e participado de ações externas da sua campanha.
AUTOGOLPE | Agora, os eleitores criaram um abaixo-assinado para que o General Mourão possa representar a candidatura de extrema-direita. Na petição que já conta com mais de 100 mil assinaturas, se afirma que “furtar-se ao debate significa desprezo pelo eleitor, pela democracia, pela formação de um voto esclarecido. Se um candidato está impossibilitado de ir a um debate, que ele seja representado pelo seu vice. Afinal, se eleito, sempre que se ausentar é o vice quem assume”, justificam.
FALA MAIS | O pedido de Mourão nos debates tem uma alta carga de ironia, uma vez que ele tem dado declarações que prejudicam Bolsonaro a ponto de esse pedir o silêncio de seus aliados. O general já disse que gostaria de acabar com o 13o salário e o terço de férias, defendeu o “embranquecimento da raça” e ainda disse que família formada por mãe e avó é “fábrica de desajustados”.
Para conferir o abaixo-assinado, basta clicar aqui.
Fonte: Manoel Ramires / http://porem.net