!-- Begin Cookie Consent plugin by Silktide - http://silktide.com/cookieconsent -->

Últimas

N1-Sergipe | O seu Blog de Notícias de Sergipe , Tiroteio em sinagoga de Pittsburgh, nos EUA, deixa mortos , mundo , noticias ,

Tiroteio em sinagoga de Pittsburgh, nos EUA, deixa mortos

27 de outubro de 2018
Um tiroteio na sinagoga da congregação Árvore da Vida deixou vítimas, em Pittsburgh (Pensilvânia, Estados Unidos), por volta das 10h (horário local, 11h de Brasília). Pelo Twitter, o Departamento de Segurança Pública de Pittsburgh alertou que havia um franco-atirador na região da sinagoga e as pessoas deveriam evitar a área.
©Picture-alliance/APP/A.Wimley
"Até agora podemos confirmar várias baixas", disse um porta-voz não identificado da operação policial que está acontecendo neste momento, ao falar com a emissora CNN. A CBS News menciona pelo menos oito mortos.
Sábado é dia de shabat para os judeus, portanto a sinagoga estava lotada.
No Twitter, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que acompanha a tragédia na Pensilvânia. "Assistindo aos eventos em Pittsburgh, Pensilvânia. A lei sendo aplicada. As pessoas na área de Squirrel Hill devem permanecer protegidas", disse. "Deus abençoe todos."

Nova York

A polícia de Nova York (Estados Unidos) enviou oficiais para fazer a segurança de centros judaicos e sinagogas, depois do tiroteio ocorrido neste sábado (27) em uma sinagoga em Pittsburgh, na Pensilvânia, que deixou vários mortos.
Policiais de diversas unidades farão a segurança das sinagogas e também haverá patrulhas em veículos nos arredores das mesmas.
A polícia disse que não há ameaças em Nova York após o incidente em Pittsburgh, mas decidiu tomar medidas de precaução, após as múltiplas vítimas do tiroteio.
As forças de segurança nova-iorquinas também pediram à população, por meio de seu perfil no Twitter, que se mantenha alerta e entre em contato com as autoridades caso presencie alguma atividade suspeita.
As autoridades confirmaram a detenção do agressor, mas ainda não informaram o número preciso de vítimas.
*Da Agência Brasil com informações da Agência EFE