Últimas

N1-Sergipe | O seu Blog de Notícias de Sergipe , Polícia Civil elucida crime em que filha tramou a morte do próprio pai no município de Capela , capela , noticias ,

Polícia Civil elucida crime em que filha tramou a morte do próprio pai no município de Capela

29 de novembro de 2018

O ex-namorado de Isamara é o executor do crime e está foragido


Policiais civis de Carmópolis prenderam, no final da tarde dessa quarta-feira, 28, Isamara Vieira dos Santos, de 19 anos, após ela confessar que foi mandante da tentativa de homicídio contra o próprio pai, no Povoado Paudarco, município de Capela.
Foragido (Foto: SSP)
A tentativa de homicídio contra Josiel dos Santos, 47 anos, ocorreu no dia 29 de outubro de 2018, a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo e perdeu totalmente os movimentos do braço esquerdo, além de ter perfurações no pulmão.
A motivação do crime teria sido o ódio que ela tinha pelo pai porque ele não queria ela e o ex-namorado Pedro Feitosa dentro da casa dele. Tal fato se deu porque Pedro é ex-presidiário condenado por latrocínio e por suspeitar que os dois estavam envolvidos em tráfico de drogas.
O delegado Wanderson Bastos, responsável pela elucidação do crime, fala como foram as investigações do caso. “Iniciamos as investigações e, após levantamentos de campo, trabalho de vigilância, depoimentos tomados da vítima e oitivas de outras testemunhas, nós conseguimos mapear o quadro geográfico do crime, chegando até os três responsáveis”, relatou.
No momento da confissão, Isamara confirmou a participação da mãe Jandira Vieira dos Santos no crime, sendo que esta teria pago cerca de 2 mil a Pedro Feitosa para a execução do marido, além de ter cedido a espingarda, arma usada no crime, que ela pegou escondido do tio da filha,  e o dinheiro para comprar os insumos de recarga. Isamara ficou responsável por levar Pedro até o local da execução do pai.
Isamara foi presa e encaminhada à Delegacia de Carmópolis, e para Jandira Vieira dos Santos ainda serão adotadas as medidas legais. Já Pedro Feitosa, encontra-se foragido.
Fonte: Ascom/SSP-SE