Plano de Saneamento Básico é apresentado à população de Divina Pastora

Plano de Saneamento Básico é apresentado à população de Divina Pastora

Com o intuito de melhorar a qualidade de vida da população de Divina Pastora, foi apresentado na nessa quarta-feira (30) o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). A ato contou com a presença do prefeito Dr. Sylvio Cardoso e gestores da ação, que destacaram que o Projeto já é Lei municipal e promoverá a segurança hídrica, prevenção de doenças, preservação do meio ambiente e o desenvolvimento da economia local.
  
O prefeito Dr. Sylvio fez questão de abrir o evento falando do entusiasmo de estar participando do Projeto, que trará mais qualidade de vida para toda a comunidade de Divina Pastora. “Vocês não sabem a alegria que estou com a conclusão desse Plano. Na terceira semana do meu primeiro mandando, em 2013, acabei com o lixão no município. Essa foi uma atitude que tomei já preocupado com o saneamento básico e com a saúde pública. Espero que os próximos gestores tenham sensibilidade e não engavetem o PMSB, pois as políticas de saneamento não podem retroceder”, cobrou.
Dr. Sylvio alertou para os investimentos necessários para que o Projeto dê certo e disse que é necessário comprometimento e seriedade com o assunto. “O tratamento da água e a drenagem pluvial é de suma importância e mais essencial que uma reforma de uma praça ou construir qualquer prédio. É preciso pensar na saúde pública por inteiro. É esse olhar que devemos ter para saúde pública”, apontou o gestor.
O plano foi elaborado conforme diretrizes nacionais e contempla os quatro serviços básicos, que é o abastecimento de água potável; o esgotamento sanitário; o manejo de resíduos sólidos; a drenagem e o manejo das águas pluviais. A elaboração contou com uma equipe técnica formada por funcionários da Prefeitura, Deso, Funasa e uma empresa de engenharia ambiental e arquitetura urbana licitada.
O plano possui 11 produtos que nortearão o investimento e implementação de ações. Sua elaboração começou em junho de 2014 e foi concluído em dezembro de 2017, sendo que está previsto na Lei municipal nº 20, de abril de 2018. Para o coordenador do comitê executivo do PMSB, Fabiano Cardoso, o diagnóstico foi o produto mais difícil e satisfatório, porém o mais importante. “Concluir foi um grande desafio e isso só foi possível com a contribuição de toda a população envolvida”, destacou, durante o evento, que também contou com a participação de representantes de outros setores da Prefeitura e população.
Fonte e foto: TDANTAS comunicação 

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel