Governo de Sergipe reformará e ampliará 16 unidades escolares do ensino médio em tempo integral

Governo de Sergipe reformará e ampliará 16 unidades escolares do ensino médio em tempo integral


O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) iniciou a fase processual da licitação de reforma e ampliação de 16 unidades escolares do ensino médio integral da rede estadual. Além das intervenções de reforma e ampliação, algumas contarão ainda com reforma e construção de quadra poliesportiva. O valor total estimado é de R$ 33.341.656,73.

Os investimentos irão beneficiar os seguintes centros de excelência: Gonçalo Rollemberg Leite, John Kennedy, Nelson Mandela, Leandro Maciel, Professor João Costa, Dom Luciano, Professor Paulo Freire (todos esses em Aracaju); Edélzio Vieira de Melo (Capela), Leandro Maciel (Pacatuba), Edélzio Viera de Melo (Santa Rosa de Lima), Walter Franco (Estância), Hamilton Alves Rocha (São Cristóvão), 28 de Janeiro (Monte Alegre), Dom Juvêncio de Brito (Canindé), Milton Dortas (Simão Dias) e Manoel Messias (Nossa Senhora da Glória).

Em algumas unidades de ensino serão construídas quadras poliesportivas, e em outras as quadras serão reformadas. A licitação iniciará a partir de julho.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, essas reformas demonstram a preocupação que o governo tem com a educação de qualidade. “Esse investimento promoverá a modernização da infraestrutura física destas escolas. Algumas delas passarão a ter também quadra poliesportiva. Isso terá como impacto uma melhoria significativa na autoestima e no aprendizado desses estudantes que serão contemplados com as intervenções nas suas escolas", assegurou o secretário.

Segundo o diretor de Engenharia da Seduc, Valdir Pinto, esse grande investimento trará muitos benefícios aos estudantes da rede estadual. “Essas escolas que serão contempladas irão atender a alunos em tempo integral. As obras de reforma e ampliação darão mais espaço para que eles tenham o seu aprendizado. Esse investimento que o governo está fazendo é muito importante porque vai fazer com que os alunos sejam mais capacitados em suas vidas para atender ao mercado de trabalho”, disse.

Ele adiantou ainda que, no próximo ano, mais 19 unidades do ensino médio integral serão licitadas. “Já estamos em fase de elaboração dos projetos para essas 19 escolas, que serão licitadas no próximo ano. E os projetos executivos de reforma e ampliação delas já foram iniciados agora em junho”, explicou.

Gestores aprovam

A diretora do Centro de Excelência Gonçalo Rollemberg Leite, Liliane Teixeira Pina, aguarda a novidade. “Graças ao ensino integral, o Gonçalo terá uma grande reforma após 20 anos, além da melhoria da qualidade do ensino, que nós já estamos tendo. Faltava somente essa reforma para fechar com chave de ouro. Os alunos, pais e toda a comunidade estão vibrando”, declarou.

E mesma opinião foi compartilhada pela diretora do Centro de Excelência Dom Juvêncio de Brito, Edla Heidy Maia Chagas da Silva. “Essa reforma já era aguardada por todos e irá atender ao que diz a portaria do ensino integral. Temos uma perspectiva muito boa de melhorias das práticas diversificadas da BNCC. Além disso, vai ampliar o número de turmas, que atualmente são cinco, e temos a expectativa de que aumente para 10 no próximo ano”, afirmou.

Pedro Raimundo Lima do Amor Divino, diretor do Centro de Excelência Senador Walter Franco, diz que a intervenção só trará benefícios aos estudantes. “Nossa escola é bem estruturada, mas essa reforma será muito boa porque fará com que os alunos se sintam bem durante todo o dia, já que estudam em tempo integral”, disse. ( Foto: Arquivo/Seduc)

Via ASN

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel