Senadora destaca campanha que ajuda a identificar uma notícia falsa

Senadora destaca campanha que ajuda a identificar uma notícia falsa


A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) destacou na terça-feira (18) a importância da campanha lançada pelo Senado Federal que visa esclarecer a população sobre as notícias falsas que, muitas vezes, são propagadas como verdades, gerando sérios prejuízos a pessoas físicas e jurídicas.  A ideia é colaborar para que a sociedade, com medidas simples, reconheça as mentiras e impeça que elas se espalhem. “Infelizmente, as chamadas fake news são lançadas por toda parte e atingem os mais variados segmentos, sobretudo, as camadas mais carentes que nem sempre conseguem distinguir o que realmente é fato”, afirmou.
Maria do Carmo lembrou que há cerca de dois meses, o Ministério da Saúde Ministério criou um canal no WhatsApp para desmentir boatos que colocam a saúde da população em risco. “Quem inventa ou propaga inverdade não tem compromisso ético e nem moral”, disse, observando que a classe política é sempre um alvo fácil, especialmente, em período eleitoral, mas a população, de modo geral, também está vulnerável a isso e, em diversos momentos, é prejudicada por acreditar em publicações inverídicas.
Para ela, a internet e as mídias digitais são campos férteis para isso e ser tornaram ferramentas perigosas nas mãos dos que gostam de praticar a falsa informação. “Quando se identifica o que é falso, é mais fácil evitar danos. O problema é que os desavisados acabam consumindo esses conteúdos e replicando, contribuindo com a desinformação”, afirmou, acrescentando que a iniciativa do Senado tem o propósito de mostrar como identificar e combater o que é veiculado de forma errônea e mentirosa.  
A senadora sergipana citou levantamento feito pelo Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (Gpopai), da Universidade de São Paulo (USP), cujos dados apontam que cerca de 12 milhões de pessoas difundem notícias falsas sobre política no Brasil. “Outra pesquisa mostra que notícias de forte impacto (falsas ou não verificadas) sempre estão entre as dez mais lidas nos sites e blogs. São dados sérios com prejuízo moral irreparável”, afirmou a parlamentar, ao alertar para a necessidade de todos estarem atentos ao que recebem e replicam.  (Foto: Assessoria parlamentar )

Fonte: Assessoria parlamentar  

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel