Artesãos sergipanos marcam presença na 20º Fenearte, em Pernambuco

Artesãos sergipanos marcam presença na 20º Fenearte, em Pernambuco

Artesãos sergipanos marcam presença na 20º Fenearte, em Pernambuco

Artesãos de Sergipe marcam presença, mais uma vez, na 20ª edição da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que teve início na última quarta-feira, 03 de julho, em Olinda (PE). Acompanhados pela equipe da coordenadoria do Artesanato da Secretaria de Estado da Inclusão, da Assistência Social e do Trabalho (Seit), dez artesãos de diversos municípios sergipanos expõem peças de bordados, renda irlandesa, palha de taboa, cerâmica, crochê, patchwork, bonecos de juta e de tecido, bonecas de cabaça e instrumentos musicais feitos a mão, até o dia 14 de julho.
Os artesãos sergipanos dos municípios de Aracaju, Divina Pastora, Ilha das Flores, Maruim e Graccho Cardoso, expõem no stand, que chama atenção pela riqueza e variedade de produtos. De acordo com a coordenadora de Artesanato da Seit, Ana Rosa Tavares, as peças sergipanas mais procuradas são os bordados, a renda irlandesa e as peças em cerâmica que, segundo ela, são diferenciadas de todas já vistas em outras feiras.
“O stand do artesanato sergipano é muito visitado porque são peças diferenciadas, de alta qualidade e bem acabadas. Aqui, os artesãos conseguem vender em quase dez dias o que não vendem em um ano inteiro. A Fenearte atrai visitantes não só de Pernambuco, mas também de outros estados e países. Então, é muito importante a participação em eventos desse porte”, disse a coordenadora de Artesanato da Seit, Ana Rosa Tavares.
Considerada a maior feira de artesanato da América Latina, a Fenearte representa uma oportunidade de expansão de negócios artesanais, como conta a ceramista, Josy Mendonça. “É a primeira vez que participo desta feira e estou muito satisfeita. Nossos produtos estão tendo uma recepção excelente e estamos divulgando as nossas peças em nível internacional. A grande novidade é que trouxemos uma inovação: a junção do barro à renda irlandesa, que é patrimônio cultural e imaterial do Brasil”, destacou a artesã do município de Divina Pastora.
Profissão Artesão
Os artesãos sergipanos que participam da Fenearte fazem parte do Programa Artesanato de Sergipe e foram selecionados através de curadoria formada por representantes da coordenação estadual de Artesanato, de técnicos artesãos, da Federação dos Artesãos do Estado de Sergipe e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Eles recebem o incentivo do governo de Sergipe, através do custeio do transporte das mercadorias; e do Governo Federal, com a cessão dos stands para os estados, no âmbito do Programa do Artesanato Brasileiro. A contrapartida do artesão é o custeio das suas despesas pessoais.
A profissão de artesão é regulamentada pela Lei nº 13.180, de 23 de outubro de 2015, que estabelece diretrizes para as políticas públicas de fomento à profissão, institui a carteira profissional para a categoria e autoriza o poder Executivo a dar apoio aos artesãos. Através do Programa do Artesanato Brasileiro (PAB Sergipe), a Seit emite a Carteira Nacional do Artesão com validade de quatro anos, em todo o território nacional. Interessados devem ligar para (79) 3222-5942 para agendar a avaliação técnica. (Foto: Ascom/Seit)
Via ASN

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel