Subcomandante da Polícia Militar participa de encontro com Presidente da República

Subcomandante da Polícia Militar participa de encontro com Presidente da República


Nessa terça-feira, 13, o subcomandante da Polícia Militar do Estado de Sergipe, coronel Paulo Paiva, participou de um encontro no Palácio do Planalto entre o Conselho Nacional de Comandantes Gerais do Brasil (CNCG) e o Presidente da República Jair Bolsonaro.
O evento teve como objetivo dialogar sobre a inclusão dos militares estaduais no Projeto de Lei 1645/19 que trata do sistema de proteção social e pensões das Forças Armadas.
O coronel Paiva, representando o comandante geral, coronel Marcony Cabral, foi ao Palácio do Planalto com o intuito de destacar a mobilização das polícias militares e corpos de bombeiros militares do Brasil. Na oportunidade foi discutido o texto da PEC 06/2019 que trata sobre a reforma da previdência no âmbito militar, e a busca pela inclusão dos militares estaduais no Projeto de Lei 1645/19 que dispõe sobre sistema de proteção social e pensões das Forças Armadas.
“O encontro foi extremamente positivo. O presidente Jair Bolsonaro, juntamente com o major Antônio Oliveira (Secretário Geral da Presidência da República), tranquilizou os comandantes membros do CNCG e reafirmou o compromisso da presidência da república no sentido de trabalhar para a manutenção dos militares estaduais alinhados aos militares federais no que diz respeito às pensões e previdência”, disse o subcomandante.
O coronel também se fez presente na reunião especial da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado na Câmara dos Deputados, presidida pelo major Augusto. Na ocasião, estiveram presentes todos os parlamentares egressos as polícias militares e bombeiros militares do Brasil, que destacaram apoio incondicional ao propósito de continuar lutando para a equidade entre os militares estaduais e o das forças armadas em relação ao sistema de proteção social.
O subcomandante ainda relatou que o trabalho pela frente será muito árduo, porque tanto a PEC 06/19 quanto o Projeto de Lei 1645/19 ainda tramitam no congresso. Desta forma, será preciso manter a mobilização junto aos líderes das entidades representativas da categoria militar para obtenção de resultados positivos nesse sentido. (Foto: PM)
Fonte: Ascom / PM-SE

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel