BR 101: Para senadora, demora para concluir obra gera prejuízo ao Estado e aos sergipanos

BR 101: Para senadora, demora para concluir obra gera prejuízo ao Estado e aos sergipanos


A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) revelou-se indignada ao constatar que após 22 anos, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) só deve concluir toda a extensão da duplicação da BR 101 (Norte a Sul de Sergipe), em 2021. Ela lembrou que inúmeras vezes esteve no Ministério dos Transportes cobrando resultados e alertando para a importância da duplicação da estrada.

Para Maria é inadmissível que, passados 22 anos do início das obras e de quase R$ 1 bilhão investidos, a estrada continue tão precária, provocando acidentes bárbaros, gerando perdas de divisas para o Estado, o que impacta diretamente na economia e no desenvolvimento de Sergipe.

“A conclusão dessa obra é importante não só por conta do deslocamento de pessoas que atravessam o Estado de Sergipe, mas também por ser o principal corredor rodoviário de escoamento dos produtos sergipanos”, disse a senadora, ao ressaltar reportagem publicada pela Agência Jornal de Notícias, “o que fez reacender a nossa indignação”.

Maria do Carmo lamentou que em muitos momentos a judicialização seja o caminho para garantir a execução de uma obra tão importante sob todos os aspectos. Ela lembrou de recente decisão da  Justiça Federal determinando que Dnit e União concluíssem as obras de duplicação da BR-101, no trecho entre os municípios de Propriá e Laranjeiras, exatamente, pelo fato da obra estar paralisada  e sem sinalização, gerando transtornos e ceifando vidas.

“É uma situação que muito nos entristece, sobretudo, quando vemos o vizinho Estado de Alagoas com a estrada em excelentes condições. Temos nos esforçado, feito as devidas cobranças, mas infelizmente, o resultado não tem sido o esperado por todos nós sergipanos”, afirmou Maria do Carmo. 

Assessoria do Parlamentar

Iklan Atas Artikel

Iklan Tengah Artikel 1

Iklan Tengah Artikel 2

Iklan Bawah Artikel